BATATINHA

Compositor. Cantor. Gráfico por profissão. Trabalhou como aprendiz de marceneiro.
Começou a compor e a cantar quando ouviu pela primeira vez um samba do compositor carioca Vassourinha.
No ínicio da década de 1940, trabalhou como office-boy do Diário de Notícias, órgão dos Diários Associados. Nessa época, o jornalista e compositor Antônio Maria foi a Salvador para dirigir a Rádio Sociedade da Bahia. Batatinha procurou-o e apresentou-lhe seu primeiro samba, intitulado “Inventor do trabalho”. Conhecido como Vassourinha, devido à influência do sambista carioca, teve o apelido trocado pelo próprio Antônio Maria, na apresentação de um programa da rádio, para Batatinha – gíria que na época significava “gente boa”.
Estudou música com o maestro Santo Amaro de 1946 a 1947, mas gostava de batucar em caixa de fósforo, que usava também para compor.
Aposentou-se pelo Diário de Notícias e morreu aos 72 anos, após gravar o último disco.
O compositor e amigo Riachão, assim o definiu: “Uma cabeça cheia de cabelos brancos e cada fio uma nota musical”

Nenhum comentário

Postar resposta

© 2012 Casa da Música - Todos os Direitos Reservados